top of page

Ansiedade. Como você tem vivido?

Ansiedade é quando a resposta fisiológica ao medo, não é acompanhada de um objeto real de perigo. Na grande maioria das vezes, um medo sem causa justificável.

Uma das experiências atuais de ansiedade é checar o êxito do outro através da tecnologia. Nem sempre acompanhado do sentimento de inspiração, mas muitas vezes de raiva. E então, tão rápido quantos os cães de Pavlov que respondem ao barulho do sino, muitas pessoas começam a antecipar sentimentos de conflitos.

Um motivo quase de desespero, é o “lido” mas não respondido. Vamos abrir um parêntesis aqui: Lido, mas não respondido, pode indicar impossibilidade imediata de resposta e num tempo mais longo, falta de educação mesmo. Mas nem uma dessas duas alternativas diz algo sobre você. Outra situação é o FOMO (fear of missing out) ou medo de perder algo, é a “neurose do momento”. FOMO já deu origem a FOBO= medo de ficar off-line. Ansiedade de perder algo.

Participar de tudo isso é absolutamente normal, desde que a vida em si não fique “sem sinal”. Muitas vezes, as pessoas que ao longo da vida não tiveram a chance de ponderar sobre o fim, chegam atrasadas na própria existência. Fica faltando dizer muita coisa, fazer muita coisa.

Você quer viver de verdade enquanto a morte chegue? Ou ir morrendo enquanto acha que está vivo?

Commentaires


bottom of page