top of page

Verão: nosso corpo, emoções e autocuidados.


Verão é sinônimo de expansão, alegria e diversão, mas precisamos de cuidados especiais.  Nosso corpo e nossas emoções também se alteram, com a mudança das estações. 

Somos um microcosmo dentro de um macrocosmo, somos natureza e acompanhamos seus ciclos, mesmo ignorando-os.

Segundo a Medicina Tradicional Chinesa, o verão é época de crescimento e colheita do que plantamos na primavera. Época de criatividade, atividade e movimento. O Verão é tempo de ter clareza de nossos objetivos, eliminar mágoas e tristezas aproveitando a luz e a energia intensa do sol que é pura alegria.


O Universo é regido por duas energias opostas, que se complementam, segundo o Taoísmo: Yin e Yang.

Yin é concentrado, o interior e o frio

Yang é o que expande, o exterior e o calor

Pela observação, a Medicina Tradicional Chinesa há mais de 5 mil anos, relacionou os 5 elementos da natureza aos seus ciclos e ao corpo humano: água, terra, fogo, ar e metal.  Assim, o verão é representado pelo elemento fogo, pelo órgão coração e víscera intestino delgado.

Associadas ao coração, a "casa da mente “ segundo os antigos chineses, as emoções correlatas são o amor, a compaixão e a alegria. Ao Intestino Delgado, a vontade de viver e os relacionamentos.

O "sabor do verão": amargo

A "cor do verão": vermelha

Ao contrário do que acreditamos e muitas vezes nos habituamos, alimentos e bebidas gelados prejudicam nossa saúde apesar do apelo refrescante.

Ao bebermos gelado, esfriamos a energia do Yang, elemento terra (Estômago, Baço Pâncreas) que busca a energia do Yang perdida no elemento fogo do meridiano do coração, causando assim desequilíbrio em cadeia. Prefira, então, temperaturas mornas ou ambiente. 

Tenha atenção ao excesso de atividade física para não sobrecarregar o coração que está na sua atividade máxima, nesta estação. Tome sol com cautela, mesmo sendo nossa melhor e mais eficaz fonte de vitamina D e imprescindível para manter nossa boa imunidade.


A Aromaterapia nos proporciona inúmeros benefícios na nossa saúde corporal, mental, emocional e vem, ao longo do tempo, se consolidando como prática muito relevante no tratamento de infecções e outras doenças. “Aromaterapia é a arte e a ciência que visa promover a saúde e o bem-estar do corpo, da mente e das emoções, através do uso terapêutico do aroma natural das plantas por meio de seus óleos essenciais (GRACE, 1999; ULRICH, 2004). Os óleos essenciais são substâncias complexas, voláteis e de fragrância variável, oriundos de qualquer parte da planta, sendo produzidos principalmente pelas famílias Lauraceae, Myrtaceae, Labiateae, Rutaceae, Umbeliferaceae, entre outras, e resultantes do metabolismo secundário das plantas aromáticas (BUCHEBAUER, 2004; BANDONI; CZEPAK, 2008)”.

Não se trata apenas de uso na perfumaria. Povos egípcios e persas, já utilizavam os óleos essenciais com fins terapêuticos. Potencializa tratamentos diversos e evita inúmeros distúrbios, além de proporcionar bem-estar físico e emocional.

Algumas indicações terapêuticas de óleos vegetais e óleos essenciais para o corpo e questões emocionais:

-Óleo essencial de Hortelã (Mentha Piperita): refresca e alivia dores de cabeça.

-Óleo vegetal de coco melhora cabelos ressecados pelo sol e piscina.

-Óleo essencial Melaleuca (Melaleuca alternifolia) ou Tea tree, trata micoses, fungos, picadas de insetos.

-Óleo essencial de Lavanda (Lavandula angustifolia) ajuda nas cicatrizações, é analgésico além de ser relaxante e calmante.

-Óleo essencial de Limão Siciliano (Citrus reticulata): antisséptico, adstringente e bactericida, também antidepressivo auxilia no vigor físico e disposição.

Mas atenção, não podemos usar estes óleos essenciais diretamente na pele e sim por meio de creme neutro ou óleo carreador (semente de uva, gergelim.), exceção do óleo essencial de Lavanda que pode ser usado puro diretamente na pele.

Melhores formas de uso: massagem, inalação compressas, aromatizador no ambiente.


Orientação profissional é muito importante para evitar mau uso ou efeitos contrários. Produtos de boa qualidade também são fundamentais para resultados positivos no uso dos óleos vegetais e essenciais. 

 

Aproveite a estação lembrando de usar roupas leves e hidratar o corpo, sempre.


Texto autoral Fernanda Ornelas, Terapeuta Naturopata. Fernanda é membro da Comunidade Brasileira de Naturopatia.


Fontes usadas como referência:


“Aromaterapia Clinica”, Jane Buckle, Editora Laszlo

1 Comment


Lu Gurgel
Lu Gurgel
Dec 14, 2023

Fantástico texto! Gratidão

Like
bottom of page