top of page

O que é um óleo essencial

O início dos estudos:

O termo aromaterapia é usado desde 1928, quando o químico francês René Maurice Gattefossé descobriu, por acidente, algumas preciosas propriedades da erva aromática lavanda.

Estava trabalhando na fábrica de perfume pertencente à sua família, quando sofreu uma grave queimadura nas mãos. Na busca urgente de um alívio, imediatamente mergulhou-as em um recipiente que continha o óleo essencial puro de lavanda. Para seu espanto, a dor se dissipou rapidamente e deu-se início ao processo de cura.

Ele pôde observar com essa experiência – à qual muitos chamam de acaso- que o óleo essencial era muito mais efetivo em sua composição natural do que os seus substitutos químicos sintéticos.

Nasceu então o termo aromaterapia, a terapia através dos aromas. Essa palavra pode ser mal interpretada, uma vez que sugere a forma de atuação dos óleos essenciais exclusivamente através do sentido olfativo e nas emoções.

Cada óleo contém uma combinação de constituintes químicos em uma estrutura única e exclusiva que interage com a química do corpo humano de maneira direta, atuando em certos órgãos ou em um sistema como um todo.

É importante reconhecer que os óleos essenciais têm modos distintos de ação e de inter-relação com o corpo humano nos campos fisiológico, farmacológico e psicológico.

Fisiológico: Os óleos essenciais atuam nos sistemas do corpo como sedativos ou estimulantes, contendo propriedades antisséptica, antibiótica etc.

Farmacológico: quando os óleos essenciais penetram na corrente sanguínea, ocorrem mudanças químicas no corpo, que reagem com os hormônios e as enzimas, provocando ações terapêuticas.

Psicológico: quando os óleos essenciais são inalados, ocorre uma resposta individual específica, com ação no estado emocional de resultado antidepressivo, calmante e diversos outros.

O que é o óleo essencial?

O óleo essencial é uma substância aromática existente em algumas espécies de plantas que proporciona importantes características, como seu aroma e sabor. É encontrado em várias partes de uma planta, como flores, folhas, frutos, talos, madeira, casca, sementes, resinas, bagas e raiz. Está contida no óleo essencial toda a energia que a planta recebe do sol. Pode-se dizer que é a essência vital da planta.

Esta substância protege a planta contra doenças, parasitas e muitos outros predadores. Por outro lado, atrai insetos para a efetivação da polinização reprodutiva.

Formas de utilização dos óleos:

Inalação, banhos, massagens, aplicações tópicas, compressas, gargarejos, vaporizações e aromatização de ambientes.

Misturas

Os óleos essenciais podem ser misturados e resultarem ou não, numa sinergia.

Alguns óleos essenciais e seus usos:

Indicações dermatológicas:

댓글


bottom of page