top of page

Quimiotipo na Aromaterapia

Óleos essenciais de uma mesma planta podem apresentar ativos majoritários diferentes, às vezes tratando-se de vegetais morfologicamente idênticos. Isso chama-se quimiotipo (QT).

Avaliações sugerem que os QT dependem menos de fatores ambientais e mais da variação genotípica entre as plantas (natureza genética), já que as plantas cultivadas lado a lado em um mesmo canteiro, mantiveram por mais de 1 ano, a composição original de cada QT.

O quimiotipo é uma variação biológica de uma planta causados pelos efeitos da luz, do solo, temperatura e condições meteorológicas. Botanicamente algumas plantas são idênticas, mas suas composições são diferentes. Quimiotipos diferentes do mesmo óleo essencial as vezes têm efeitos diferentes. Devido a este motivo é muito importante observar no rótulo do produto se consta esta informação. O alecrim, tomilho, manjericão, são plantas que podem mudar drasticamente a composição química de seu óleo essencial conforme a subespécie, o que interfere decisivamente na finalidade terapêutica de seus óleos. Caso não esteja no rótulo, deverá estar na ficha técnica do mesmo.

A credibilidade no uso dos óleos essenciais, depende do conhecimento dos QTs.

Um tratamento pode não dar resultado pela utilização inadequada de um determinado QT de óleo essencial.

Exemplo: OE alecrim.

O terapeuta indica ao paciente o OE de alecrim para tratamento hepático. O paciente não obtém resultado. O fato é que o OE de alecrim adquirido é rico em cânfora (QT1), e não o que era indicado para o tratamento, o que contém verbenona (QT3).

Esse conhecimento é obtido por meio da ficha técnica do OE.

OE obtido por extração à vapor da planta Alecrim Rosmarinus officinalis, que apresenta 3 QTs diferentes.

Quimiotipos do óleo essencial Tea Tree Melaleuca altenifolia.

コメント


bottom of page